Correio de Caria

Quinta do Termos inova com Garrafa/Livro de Fernando Pessoa

O vinho ao longo dos tempos, inspirou sonatas, poemas, cantigas e dissertações e se um ditado português se referia à importância económica do vinho, como dando trabalho a muitos portugueses, o vinho para além dessa vertente é também civilização, cultura, emoção e alimento para o espírito, como reconhece João Carvalho, proprietário da Quinta dos Temos e inspirador de inovações na sua atividade.

No seu peculiar pioneirismo estabeleceu agora uma parceria com Gonçalo Salvado, um poeta da Beira Interior, e Ricardo Paulouro, um editor beirão de apelido histórico, para em conjunto materializarem uma forma de casar o vinho e a cultura, com o lançamento inédito de uma coleção de Garrafa/Livro.

Trata-se de um antologia em formato de garafa/livro, com o título “Quem Mais Vinho Que Tu – Amor e Vinho em Fernando Pessoa” organizada pelo poeta Gonçalo Salvado, edição da Quinta dos Termos, em parceria com Lumen e Livraria Sá da Costa Editora e foi apresentada, no dia 13 de Fevereiro, na Quinta dos Termos.

A antologia organizada por Gonçalo Salvado, possui capa e ilustrações da autoria de Dorindo de Carvalho, um dos designers gráficos portugueses mais marcantes da segunda metade do séc. XX, inclui um texto de apresentação de Maria João Fernandes e um roteiro literário pessoano, realizado por Ricardo Paulouro.

Em 2017, a Quinta dos Termos criou a primeira garrafa-livro em Portugal dedicada a “Rubá’iyat Poemas do Amor e do Vinho – 77 Poemas para Ler e Degustar”. uma segunda com o tema “Cântico dos Cânticos” e uma terceira com “Amor e Vinho nos Poetas de Lisboa”. Surge agora a quarta com um título francamente apetitoso: “Quem Mais Vinho Que Tu – Amor e Vinho em Fernando Pessoa”.

A antologia, agora lançada em estreia, insere-se numa coleção de poesia, única no panorama editorial português, cujas obras surgem em original formato garrafa/livro, uma conjugação que pretende concretizar a relação simbólica e milenar entre o vinho e a poesia, sendo esta a primeira vez que a poesia de Fernando Pessoa é editada neste singular formato. O livro apresenta as referências ao vinho no contexto amoroso, recorrentes em Fernando Pessoa, o mais universal poeta português da modernidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *