Correio de Caria

João Morgado lança novo livro a 25 de Setembro

O escritor covilhanense, até há uma semana chefe de gabinete do presidente da Câmara de Belmonte, lança no próximo dia 25 de setembro o seu novo livro, cujo romance “LIVRAI-ME DO MAL” foi distinguido com o “Prémio Literário Ferreira de Castro de Ficção Narrativa 2019”

O evento terá lugar pelas 17h e por causa das medidas de contenção do Covid-19, será transmitido online organizado pela Câmara Municipal de Sintra, no âmbito das Jornadas Europeias do Património.  


A obra será apresentada por Luís Osório, escritor e consultor empresarial, destacado cronista da RTP e nas redes sociais. 


Segundo o autor revelou numa entrevista, em janeiro, ao Correio de Caria “esta obra é o regresso aos livros intimistas, de histórias contemporâneas, e tal como em ”Diários dos Infiéis” e “Diários dos Imperfeitos” procura transformar a banalidade da vida, de casais como tantos outros, em tema de estudo.” 


Adiantando agora que “este livro deveria fechar a trilogia dos “Diários” mas ganhou vida própria, talvez para abrir uma nova série…”, refere o autor. “LIVRAI-ME DO MAL” aborda a vida de um casal que “sofre de pecados e sonhos perdidos” e que na sua fragilidade, têm de enfrentar juntos, o cancro da mama. Um romance “agridoce” segundo João Morgado, pois tenta “apresentar um tema negro e doloroso, envolto numa linguagem poética e numa mensagem de esperança!”

Sinopse:
Por vezes as pessoas cansam-se até de ser felizes, porque tudo o que vive em nós pede um tempo de repouso. Um dia o Rogério cansou-se dos beijos da Tereza, ou foi a Tereza que se cansou dos seus abraços, ou foi o estar tudo depositado um no outro que os cansou – já não se lembram do motivo, mas nunca se esqueceram do cansaço que os tornou insuportáveis aos olhos um do outro. Zangaram-se. Nesse momento perderam-se um do outro, por serem incapazes de lutar, incapazes de perdoar, incapazes de falar, incapazes de amar, incapazes… de voltarem a ser felizes.
Mas, e se uma doença os atormentar? De que serão então capazes?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *