Correio de Caria

Diocese Recomenda, Celebração da Páscoa com precauções

O Bispo da Guarda, D. Manuel da Rocha Felício, apela aos cuidados a ter após dois meses de confinamento rigoroso, com o regresso das celebrações em assembleia, por causa da pandemia.

Refere o comunicado da Diocese da Guarda que “No próximo domingo, V Domingo da Quaresma, teremos novamente as assembleias dominicais. E vamos retomá-las com todas as cautelas, observando rigorosamente as orientações dadas em Março do ano passado e que já provámos ser capazes de pôr em prática. Não podemos fazer a tradicional Procissão dos Passos, nem as já aguardadas representações públicas da Paixão, nem a Procissão da Ressurreição, com o cantar do Aleluia, na manhã do Domingo de Páscoa ou mesmo as visitas pascais. Mas continua a ser importante e necessário aproveitarmos este Tempo da Quaresma, o Tríduo Pascal e a Páscoa para trazermos à nossa memória e meditarmos o Mistério da Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus…. E podemos fazê-lo de várias maneiras, como, por exemplo, através do exercício da Via-Sacra ou da leitura meditada de algum dos relatos bíblicos sobre a Paixão, Morte e Ressurreição de Cristo, quanto possível com as nossas famílias.”

As celebrações pascais, vão ser realizadas em assembleia  eucarística  nos casos de Domingo de Ramos; de Quinta-Feira Santa com a Missa Crismal, e a Eucaristia comemorativa da Última Ceia, ao fim da tarde; a celebração de Sexta-Feira Santa e da Vigília Pascal; bem como a Celebração da Missa Pascal evocativa da Ressurreição de Cristo.

Sobre cada uma destas celebrações serão dadas orientações mais precisas  em todas as comunidades “para que tudo corra bem e sem prejuízo para a saúde das pessoas”, salienta a Diocese da Guarda.

jhs

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *