Festa de Santa Bebiana, um Património Cultural Imaterial de Caria.

Paulo Silveira
Dirigente Associativo
Três Povos

O Património Cultural é um conjunto de elementos de uma cultura, produzidos ao longo dos tempos, que recebemos dos nossos antepassados e que nós próprios devemos deixar às gerações que nos sucedem.
Uma caraterística muito importante do Património Imaterial é o facto de as pessoas reconhecerem essas tradições como fazendo parte importante da sua história e da sua cultura, dando-lhes um sentido de pertença a uma comunidade como por exemplo onde nasceram, onde vivem ou onde trabalham.
O Património Imaterial está sempre associado a pessoas, pois são elas que garantem a sua existência, vivenciando-o e transmitindo-o às gerações futuras.
O Património Imaterial é tradicional, contemporâneo e vivo; inclusivo; representativo; fundado na comunidade.
A sua salvaguarda deve procurar manter a continuidade das tradições ao longo de gerações e , por outro lado, salvaguardar o Património Cultural Imaterial implica garantir a sua documentação e registo, por exemplo através da constituição de arquivo e memória, de modo a garantir que , quando uma determinada expressão cultural se altere radicalmente, esses registos permitam às gerações futuras ter conhecimento acerca dessas tradições com medidas que visem garantir a sua continuidade, tais como: a identificação, a proteção, a promoção, a valorização, a transmissão.
Justifica-se plenamente a louvável proposta da Junta de Freguesia de Caria e da Irmandade da Festa de Santa Bebiana, em torno do desafiante projeto para a submissão do pedido de proteção legal da Festa de Santa Bebiana no Inventário Nacional do PCI, evento que se realiza, anualmente, no dia 2 de Dezembro na Vila de Caria, no domínio das práticas sociais, rituais e eventos festivos, prosseguindo os objetivos definidos no Inventário Nacional do Património Cultural Imaterial (INPCI), como explica a Dra. Clara Cabral no seu notável estudo “Património Cultural Imaterial: Convenção da UNESCO e seus contextos” ( Ed. 70,2011) , “o legado identitário não é imutável, pelo que o património é constantemente recriado pelas comunidades e pelos grupos em função do seu meio, da sua interação, com a natureza e da sua história”.
A Festa de Santa Bebiana, é um património cultural imaterial com um valor, por tudo quanto encerra e representa (de histórias, memórias, práticas, costumes, rituais…) a preservar, salvaguardar e continuar a realizar, sendo, sem dúvida, um exaltante projeto coletivo, que, evidentemente, é uma honra e um compromisso muito sério a desenvolver.
E, viva a Festa de Santa Bebiana em Caria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *